terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Tenho um ser em mim que não sei quem é

Ao fim da tarde, antes do sol se pôr.
Penso em ti.
Na maneira ridícula em que a minha alma enlouquece
Na impulsividade das minhas palavras...

Oh, quem sou eu... (?)
Quem serei eu sempre que sou assim...
Ninguém (?)
Este ser meu, que não sei quem é
que não sei como nasce, e como vive
Mata-nos,
E eu nunca conseguirei ser quem tu queres...
Tudo porque tenho um ser em mim
Que não sei quem é.

2 comentários:

  1. joana, um ser em si que se perde no tempo do seu amor, no amor da sua graça. não tem de saber quem é, só o que é para não deixar de ser de si, niguém(?)(.)

    perfect!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh quem sou eu!
      Quem sou eu quando sou quem sou....

      Eliminar